Logo


Você está em: Inicial > noticias > noticias-relacionadas > exibir.php

 
Maximizar


De novo, escravidão na produção da M. Officer



19/05/2014

 

Rep√≥rter BrasilLibertações envolvendo grandes grifes costumam ser acompanhadas por disputas judiciais, em que os advogados das empresas questionam a fiscalização e negam a responsabilidade pelas situações encontradas. Nesta edição, apresentamos duas reportagens com desdobramentos de flagrantes. A primeira é uma nova inspeção na cadeia produtiva da M. Officer, em que novamente foram constadas condições degradantes na produção de peças da marca. A segunda, a ameaça de bloqueio judicial feita contra a Fenomenal, que após ironizar procuradores, acabou assumindo compromissos junto ao Ministério Público do Trabalho de indenizar a sociedade pelo emprego de trabalho escravo. Além da M. Officer, apresentamos reportagem sobre outra empresa reincidente, a multinacional Anglo American, que teve mais um flagrante de emprego de escravidão no canteiro de obras para a construção do que é considerado o maior mineroduto do planeta.

De novo, fiscalização flagra escravidão na produção de roupas da M. Officer

Com trabalho de inteligência da Receita Federal, fiscais resgatam seis pessoas na Zona Leste de SP. Parlamentares da CPI do Trabalho Escravo acompanham ação 

Após flagrante de escravidão, Justiça ameaça bloquear produção de grife Fenomenal

Depois de ironizar fiscalização e de liminar desfavorável, Fenomenal se compromete a pagar indenização por condições degradantes de trabalho em cadeia de produção 

Fiscalização volta a flagrar escravidão em megaobra da Anglo American

Segundo Ministério do Trabalho e Emprego, 185 trabalhadores foram escravizados na construção do que é considerado o maior mineroduto do planeta 



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Pol√≠tica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia