Logo


Você está em: Inicial > noticias > noticias-relacionadas > exibir.php

 
Maximizar


Neo-escravocrata, médico e ex-prefeito de Açailândia mantinha trabalhadores em condições análogas a escravos em sua fazenda



13/09/2011

por G.D. News
Do blog de Marcelo Lira

Uma operação realizada pela Polícia Federal e IBAMA, que focava combater a extração ilegal de madeira na região de Buriticupu encontrou em uma fazenda de propriedade do médico e ex-prefeito de Açailândia-MA, Gilson Santana, trabalhadores em condições análogas a de escravidão, vivendo em precárias condições alimentares e dormindo em currais. Participaram o GEFM (Grupo Especial de Ficsalização Móvel), Participaram da mesma o MPT; o MTE e a PF. Quanto às verbas rescisórias, o montante foi de R$ 38.000,00.

Os trabalhadores foram resgatados e tiveram sua rescisão trabalhista calculada totalizando quase R$ 38.000,00.

O advogado do médico e ex-prefeito de Açailândia informou que só pagará os direitos trabalhistas, daqueles que tinha como escravos, em juízo.

Esse é o tipo de político que temos na nossa região, um indivíduo que além de político, é médico e possui em sua fazenda trabalhadores em condições sub-humanas. A culpa disso é de quem vota em uma pessoa que menospreza seus semelhantes a ponto de humilhá-los dessa forma pelo simples fato de ter uma condição social privilegiada.

E quando é flagrado no crime, ainda se nega a pagar os direitos trabalhistas daqueles que humilhava.

E pelo nível das amizades do NEO-ESCRAVOCRATA, dificilmente ele terá a punição que merece.

FONTE: JORNAL DO MARANHÃO – JM TV – 2ª EDIÇÃO – TV MIRANTE (09/09/2011).



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. PolĂ­tica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia