Logo


Você está em: Inicial > noticias > noticias-relacionadas > exibir.php

 
Maximizar


Pe. Juquinha amea├žado.



08/08/2011

O MPF/RO abriu inquérito civil público envestigando as ameaças de morte sofridas pelo padre José Geraldo da Silva, padre Juquinha, coordenador da Comissão Justiça e Paz da arquidiocese de Porto Velho e pároco de Candéias do Jamari. O Padre Juquinha é mineiro da Diocese de Mariana, e faz vários anos que realiza o seu trabalho pastoral na arquidiocese de Porto Velho, sendo que não é a primeira vez que sofre ameaças pelas denúncias realizadas na Zona Leste da capital e na área rural de Candéis do Jamari. As recentes ameaças de morte estariam relacionadas com matéria divulgada na TV sobre irregularidades em escola rural da prefeitura de Candéias de Jamari, administrada pelo prefeito Chico Pernambuco.

"Chegou ao conhecimento do MPF/RO que padre Juquinha estaria sofrendo ameaças de morte em decorrência de sua atuação em movimentos sociais e na Comissão Justiça e Paz, da arquidiocese de Porto Velho, principalmente quanto à defesa de direitos fundamentais dos pobres. O padre confirmou as ameaças e, com isto, o inquérito civil público foi instaurado".
O procurador da República Ercias Rodrigues enviou informações sobre o caso à Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e ao governador de Rondônia, solicitando providências de salvaguarda da vida do padre Juquinha e solicitou providências a respeito do caso à Polícia Federal, Secretaria de Segurança Pública e Polícia Militar.  Segundo o MPF a Ouvidoria Agrária Nacional e o arcebispo de Porto Velho, Dom Moacyr Grechi, também foram informados sobre a abertura do inquérito civil público.
Para o procurador Ercias Rodrigues, a ausência de políticas públicas voltadas para a redução da violência em Rondônia - principalmente as que envolvem os movimentos sociais urbanos ou rurais - pode ampliar crimes contra lideranças comunitárias, como se observou na morte de Adelino Ramos, em maio deste ano.
O MPF/RO estaria abrindo também outros inquéritos em relação as pessoas ameaçadas de morte em Rondônia.


Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Pol├ştica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia