Logo


Você está em: Inicial > noticias > mhud-na-midia > exibir.php

 
Maximizar


Dira Paes, sobre corrup√ß√£o: √Č ela que mata e corr√≥i uma sociedade.



11/12/2015

http://epoca.globo.com/
Atriz é uma das apresentadoras, ao lado de Camila Pitanga, 
do Prêmio João Canuto, oferecido pela ONG Movimento 
Humanos Direitos
 
11/12/2015 - 09h04 - Atualizado 11/12/2015 09h04
Grávida pela segunda vez, aos 45 anos, Dira Paes fez três anos de tratamento de fertilização (Foto: Daryan Dornelles/Divulgação)

Instituição formada por diversos artistas e dirigido pelas atrizes Dira Paes e Camila Pitanga, o Movimento Humanos Direitos (MHud) fará sua premiação anual na próxima segunda-feira (14), às 19h, no CCBB, no Centro do Rio. O Prêmio João Canuto é destinadao às pessoas e entidades que mais se destacaram em 2015 na eterna batalha para se fazer um Brasil mais justo, contra a violência feminina, o racismo e o trabalho infantil. 

A cerimônia será apresentada por Camila e Dira, e contará com show de Roberta Sá. Em pauta, como não poderia deixar de ser, visto os últimos acontecimentos, a crise política no país. "Sem dúvida é preciso combater a corrupção feito uma epidemia, pois ela está intrínseca no organismo público. Corrupção mata e corrói uma sociedade. É um crime hediondo", esbraveja Dira Paes. 

O movimento foi criado por iniciativa do ator Marcos Winter, que acompanhava o trabalho do Padre Ricardo Rezende na luta contra o trabalho escravo no norte do país. Um dia, ele mandou um email para o Padre declarando que gostaria de ajudar de alguma forma, já que considerava que todo artista tem uma responsabilidade social. Os atores Carla Marins, Cassia Kis, Eduardo Tornaghi, Leonardo Vieira e Priscila Camargo também abraçaram a causa e vão se revezar no palco durante o evento.



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Pol√≠tica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia