Logo


Você está em: Inicial > noticias > mhud-na-midia > exibir.php

 
Maximizar


MHuD concede Prêmio João Canuto 2014. Várias publicações.



11/12/2014

O MHUD – MOVIMENTO HUMANOS DIREITOS, DO RIO DE JANEIRO CONCEDE A ELIZETE SANT’ANNA DE OLIVEIRA, O PRÊMIO JOÃO CANUTO, EM RECONHECIMENTO A SUA DEDICAÇÃO.
 
http://miguelimigrante.blogspot.com.br/
 
No dia 01 de dezembro de 2014 no Teatro Laura Alvim no Rio de Janeiro, o MHUD (Movimento Humanos Direitos) formado por artistas de renome e várias outras pessoas da sociedade civil, comprometidos com a garantia de Direitos Humanos no Brasil, promoveram o prêmio João Canuto – Liderança Sindical do Estado do
Pará, que fora assassinada, por defender uma reforma agraria no Brasil.
 
Junto com mais sete pessoas e Entidades, foi premiada, ELIZETE SANT’ANNA DE OLIVEIRA, pelos seus trabalhos e presenças no campo da defesa dos direitos humanos e do cuidado das pessoas em situação de vulnerabilidade. Foi um momento de reconhecimento da história de uma lutadora, que dedica sua trajetória
vida a promover os direitos dos migrantes e de refugiados que são violados em seus direitos mais fundamentais. “É uma festa emocionante, que fortalece a vida e a cultura do encontro diante de um mundo carregado de violência e de corrupção”.
 
A homenagem foi recebida pelas Mãos de Dira Paes, Atriz de reconhecimento Internacional, que naquele momento, expressava sua solidariedade e compromisso com uma causa, em nome de sua indignação com a violação dos Direitos Humanos. Em sua preleção, diante de todos e todas presentes afirmou que ELIZETE, Leiga Scalabriniana, vice Presidente do Serviço Pastoral dos Migrantes, recebia aquela homenagem, “pelos inestimáveis serviços prestados ao povo brasileiro em prol de um País mais justo e solidário” no campo das migrações.
 
Na ocasião, cada pessoa, homenageada, ou representante de instituição, destacava a importância das bandeiras ali defendidas, e exortavam o direito à vida e à diferença, que toda sociedade deve garantir.
 
A Elizete como Vice Presidente do SPM – Serviço Pastoral do Migrante expressou sua gratidão e ao mesmo tempo seu compromisso com a causa do migrante e do
refugiado. Ao tempo que nomeou várias Instituições comprometidas com a mesma causa como: Caritas, Serviço Pastoral dos Migrantes, Missão Scalabriniana... entre
tantas outras que estão junto como as pessoas que buscam um futuro de dignidade.
 
Parabenizamos Elizete pelo seu importante trabalho e por tua presença no mundo das migrações e ao MHUD, Movimento Humanos Direitos, coordenado pela atriz Camila
Pitanga, que junto com seus pares, têm feito esforços defender uma reforma agraria ampla e irrestrita, a demarcação das terras indígenas, em denunciar a violência contra
as mulheres e em dar visibilidade a vários sujeitos e causas que vivem e são marginalizados e criminalizados.
 
site: www.humanosdireitos.org Vale a pena conferir.
 
SPM – SERVIÇO PASTORAL DOS MIGRANTES 
   
 
Neste site, sobre o Prêmio João Canuto 2014: PRÊMIO João Canuto 2014
 
 
 
 
 

IMPRENSA

03/12/2014 - Projeto FRED recebe Prêmio João Canuto 2014 no Rio de Janeiro

A idealizadora do Projeto FRED, Andrea Ambrósio, recebeu na segunda-feira, 01/12/2014, o Prêmio João Canuto, das mãos do ator Marcos Winter, no Teatro da Casa de Cultura Laura Alvim, no Rio de Janeiro. O prêmio é concedido pelo Movimento Humanos Direitos (MHuD) que tem a participação de vários artistas.

PRÊMIO JOÃO CANUTO, resgata a história de um dirigente sindical do Pará que foi perseguido e assassinado porque lutava pela reforma agrária.  A intenção do MHuD é dar visibilidade a pessoas e entidades que se destacaram nas diversas frentes e instâncias dos direitos humanos.

O Movimento Humanos Direitos foi fundado em 2003 por um grupo de artistas, professores, padres com a intenção de através da imagem pública de artistas engajados na causa, dar visibilidade às violações dos direitos humanos como o trabalho escravo, a prostituição infantil, a luta pela demarcação das terras indígenas e das áreas dos quilombolas e em favor de ações socio-ambientais. As ações e luta do MHuD pela erradicação do trabalho escravo tem sido permanente e tornaram-se a principal bandeira do Movimento, com o engajamento dos artistas em campanhas, vídeos, manifestos, visitas as áreas de conflito e a pessoas ameaçadas de morte.

Veja reportagem da TV Globo: http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-rio/v/premiacao-no-rio-homenageia-todos-que-se-destacaram-na-luta-pelos-direitos-humanos/3803330/

Veja reportagem da TV Brasil: http://tvbrasil.ebc.com.br/reporterbrasil-noite/episodio/premio-joao-canuto-homenageia-entidades-0

Andrea Ambrósio recebe o Prêmio João Canuto das mãos de Marcos Winter

 

As atrizes e diretoras do MHuD Priscila Camargo, Camila Pitanga e Dira Paes, no abraçaço de emoção / Fotos: divulgação

As atrizes e diretoras do MHuD Priscila Camargo, Camila Pitanga e Dira Paes, no abraçaço de emoção / Fotos: Salete Hallack

Camila Pitanga e Dira Paes, diretoras do MHuD, Movimento Humanos Direitos, foram as apresentadoras da noite do Prêmio João Canuto, nessa segunda-feira (01/12), na Casa de Cultura Laura Alvim. Uma vez por ano o MHUD premia representantes de causas humanitárias que mais se destacaram no ano anterior – com a ressalva importante de que os escolhidos não podem ter recebido nenhuma ajuda do governo.

Um momento tocante foi quando o agricultor Almir Ferreira Barros foi chamado ao palco. Na lista dos que estão marcados para morrer por latifundiários, Almir estava feliz por ganhar visibilidade na mídia – uma garantia de que os seus perseguidores vão pensar duas vezes antes de cometer um crime.

Entre os premiados também estava a coordenadora da Comissão Nacional da Verdade, Rosa Maria Cardoso da Cunha, advogada de vários presos políticos durante a ditadura, incluindo a presidente Dilma e seu ex-marido, Carlos Francklin Paixão de Araújo.

Vários atores conhecidos entregaram os prêmios: Marcos Winter, que é o fundador do MHuD, maisBeth Mendes, Carla Marins, Emílio Orciollo Netto e Priscila Camargo. Ao final da premiação, todos se uniram num “abraçaço” de muita emoção. Zezé Motta deu uma canja e Gilberto Gil fez o show da noite.

Enviado por: Redação
 
 


Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia