Logo


Você está em: Inicial > noticias > mhud-na-midia > exibir.php

 
Maximizar


Movimento de direitos humanos pede a Renan votação da PEC do Trabalho Escravo



27/05/2014

27/05/2014 - 15h50 Presidência - Atualizado em 27/05/2014 - 18h33
http://www12.senado.gov.br
Da Redação

 

O presidente do Senado, Renan Calheiros, recebeu nesta terça-feira (27) representantes do Movimento Humanos Direitos (MHUD), entre eles as atrizes Camila Pitanga e Maria Zilda Bethlem, que pediram apoio para a votação da PEC 57A/1999, que determina a expropriação de terras em que se verifique a prática de trabalho escravo.

A atriz Camila Pitanga, diretora do movimento, entregou carta a Renan Calheiros em que faz um apelo pela aprovação do projeto.

- Precisamos mostrar para o mundo que o Brasil se importa com os direitos humanos; que não só somos o país do futebol como também da cidadania. É um ato a favor da nossa dignidade, da nossa autoestima - afirmou.

A presidente do MHUD, a atriz Maria Zilda Bethlem, pediu que o momento que antecede a Copa do Mundo seja aproveitado, já que grande parte da população de muitos países está com os olhos voltado para o Brasil.

- Estamos recebendo representantes do mundo inteiro. Devemos receber o povo que vem de fora com a cabeça erguida. Seria um grande exemplo para os outros países.

Renan Calheiros garantiu apoio à causa e disse que fará o que for possível para que a PEC seja votada o quanto antes.

- É uma causa de todos nós, não medirei esforços com relação aos direitos humanos. Farei tudo o que couber a mim para resolver rapidamente a votação da PEC. Como esse ano é atípico, acho que o momento é agora - disse.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado

MAIS, neste site:

BR: MHuD acompanhando a votação da PEC 57A-99 do Trabalho Escravo, no Senado

 



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Pol√≠tica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia