Logo


Você está em: Inicial > noticias > mhud-na-midia > exibir.php

 
Maximizar


D. Cappio recebe hoje no Rio o Prêmio João Canuto de Direitos Humanos - Conexão Barra



22/10/2009


Fonte da imagem: humanosdireitos.org

Depois de ser premiado pela Pax Christi International e pelo Prêmio Kant de Cidadão do Mundo, na Alemanha; desta vez Dom LD. Luiz Cappio recebe o Prêmio João Canuto

Dom Luiz Cappio
Após receber o Prêmio Pax Christi e o Prêmio Kant, D. Luiz Cappio, bispo da diocese de Barra será homenageado mais uma vez. No dia 22 de outubro ele receberá o Troféu João Canuto, no Rio de Janeiro. A entrega será no auditório Manuel Maurício da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). O troféu é indicado anualmente às entidades e personalidades que têm se destacado na defesa dos direitos humanos.

A homenagem é uma iniciativa do Movimento Humanos Direitos (MHuD), organização que reúne vários artistas - como os atores Dira Paes, Wagner Moura entre outros - e que tem o objetivo de contribuir com a sociedade e cooperar com outras organizações já existentes para ampliar a visibilidade sobre os crimes cometidos contra os direitos humanos no Brasil e no mundo. No site da organização eles afirmam: "É nosso propósito atuar na divulgação das causas sociais, participando de debates e atos públicos".

A premiação é parte da programação do VII FÓRUM ANUAL DO MHuD, evento que tem o objetivo de debater o tema dos Direitos Humanos. No mesmo dia também serão homenageados o diretor teatral Augusto Boal (in memorian), a religiosa Henriqueta Cavalcante, a atriz Isabel Filardis, o padre e educador Júlio Lancellotti, entre outros.
A história de João Canuto
João Canuto foi o primeiro presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Maria, município do Sul do Pará. Foi assassinado no dia 18 de dezembro de 1985 com 18 tiros, disparados por dois pistoleiros, contratados por latifundiários.


Abaixo vocês podem ler o texto publicado no site do MHuD, que descreve a trajetória de D. Luis Cappio e que justifica a sua homenagem:
DOM LUIZ FLAVIO CAPPIO
Frade franciscano, desde 1997 bispo da diocese de Barras, no Estado da Bahia, Luiz Cappio vive há mais de 40 anos no Médio São Francisco, convivendo com as populações ribeirinhas do grande rio e participando de suas dificuldades e esperanças, à defesa de cujos interesses se entregou, em continuação à vocação de uma existência dedicada em grande parte à defesa da vida. Completa 60 anos no próximo dia 4 de outubro, o que talvez não seja coincidência, mas predestinação.

Há muito ele havia percebido a parte fundamental que o São Francisco representa na vida dessas populações, e com os companheiros Adriano Martins, Irmão Conceição e Orlando Araújo, realizou entre 1993 e 1994, uma caminhada a que se chamou Peregrinação do São Francisco, durante um ano percorrendo-o da nascente até a foz, chamando a atenção para a degradação do rio e criando importante mobilização popular em sua defesa.D. Cappio recebe Pr√™mio Kant

Não foi, portanto, provocada pela publicidade do tema, ou atrelada à sua turbulência política, a decisão que tomou de tornar pública sua oposição ao projeto de transposição das Águas do Rio São Francisco, iniciando duas greves de fome que tiveram ampla repercussão nos meios de comunicação, aqui e no exterior. O que sempre esteve na raiz de seu comportamento foi a preocupação com a preservação do rio, com o qual guarda uma relação de vida e de nome – pela congregação a que pertence – e, sobretudo, a preocupação com os reflexos da transposição de suas águas na vida de milhares de pessoas que vivem, quase sempre em condições precárias, nas proximidades de suas margens.

Essa preocupação, de cunho fundamentalmente social e humanístico mereceu aprovação, entre outras, da Comissão Pastoral da Terra e de Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Felix do Araguaia, no Estado do Mato Grosso.

Por tudo quanto tem feito em favor do respeito aos direitos de populações desamparadas foi premiado em 2007 pela Pax Christi International, organização criada em 1945 para promover direitos humanos, ao que se somou o recebimento, em 2008, do Prêmio Kant de Cidadão do Mundo, na Alemanha.

Dom Cappio, que já recebeu visitas de solidariedade de integrantes do nosso Movimento Humanos Direitos - MHuD, recebe agora nosso Troféu João Canuto, em reconhecimento de sua atuação em defesa do rio São Francisco, mas sobretudo por sua corajosa postura pastoral, social e humana em
uiz Flávio Cappio, OFM, Bispo da Diocese de Barra-BA é homenageado por uma organização aqui do Brasil.

O site do Movimento Humanos Direitos apresenta o objetivo dos seus trabalhos: “Ele tem um olhar especialmente voltado para os problemas do trabalho  escravo, dos abusos praticados contra crianças e adolescentes, as questões  dos quilombolas, do meio ambiente e dos povos indígenas.

O site oficial do MHuD apresenta uma breve biografia dos homenageados deste ano e cita o porquê da escolha do bispo: “Dom Cappio, que já recebeu visitas de solidariedade de integrantes do nosso Movimento Humanos Direitos - MHuD, recebe agora nosso Troféu João Canuto, em reconhecimento de sua atuação em defesa do rio São Francisco, mas sobretudo por sua corajosa postura pastoral, social e humana em defesa dos habitantes ribeirinhos do Velho Chico”. Conclui.

O prêmio vai ser entregue hoje das 20:00 às 22:00 durante a realização do VII FÓRUM ANUAL da organização que aborda o tema dos Direitos Humanos. D. Cappio também participará de uma mesa, realizada em parceria com a UFRJ, que discutirá os direitos humanos. O fórum acontece no Auditório Manoel Maurício, Prédio CFCH – Rio De Janeiro-RJ. Também serão homenageados as seguintes pessoas:

Augusto Boal, in memorian, diretor, escritor e político;
Henriqueta Cavalcante, religiosa;
Isabel Fillardis, atriz;
Jean-Pierre Leroy, sociólogo e educador;
Jo Mazzarollo, jornalista;
Associação Juízes para a Democracia;
Júlio Lancellotti, padre e educador.

Vários atores e atrizes participam do MHuD, entre eles estão Camila Pitanga, Dira Paes(Diretora Geral), Letícia Sabatella, Osmar Prado e Wagner Moura.

Vagner Queiroz



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Pol√≠tica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia