Logo


Você está em: Inicial > noticias > mhud-na-midia > exibir.php

 
Maximizar


SuperMulher! - As muitas faces de Dira Paes



31/03/2011

SuperMulher! - As muitas faces de Dira Paes

CONTIGO
31/03/2011


Que ela é um mulherão, todo mundo sabe. Mas revelamos seu outro lado: o de mãe cuidadosa e defensora dos povos da floresta


Por Ernani D’Almeida
Ernani D'Almeida
Descrição: SuperMulher! - As muitas faces de Dira Paes

“Como cidadã, não posso me omitir. Ao longo dos anos o Pará vem sofrendo com a exploração de suas riquezas naturais e o que tem me preocupado é a degradação humana no interior, onde existe tráfico de pessoas, de crianças”
Beleza não falta para Dira Paes aos 41 anos. Seja no papel da recatada Marta Moura, de Ti-Ti-Ti, ou interpretando a extravagante e exagerada Norminha, de Caminho das Índias, a atriz, paraense de Abaetetuba, encanta pelos fortes traços – que emanam, quase sempre, uma meiguice sem tamanho – e o sorriso largo em seu rosto. Longe das telas, o que se vê é ainda mais bonito. Dira é elegante, gosta de falar com suavidade sobre assuntos importantes e, principalmente, de contar as últimas peripécias de Inácio, seu filho de 3 anos com o cineasta Pablo Baião, 33. E mantém ideias firmes quando o assunto é meio ambiente e exploração do ser humano. “Como cidadã, não posso me omitir. Ao longo dos anos o Pará vem sofrendo com a exploração de suas riquezas naturais e o que tem me preocupado é
a degradação humana no interior, onde existe tráfico de pessoas, de crianças”, afirma ela, que sempre volta a seu estado natal para militar na ONG Movimentos Humanos Direitos. Sem esquecer a ternura que a fez ser a atriz Dira Paes.

A luta pela preservação da natureza e dos povos que vivem pela e da floresta não são apenas palavras ao vento. ''Falo a partir de pesquisas prontas da Comissão Pastoral da Terra, que vai a esses lugares denunciar o que acontece. E os próprios envolvidos nessa luta são ameaçados de morte'', afirma ela, que diz contar com a ajuda de diversos amigos do meio artístico. ''Nossa intenção é lançar luz para causas urgentes da sociedade brasileira. Não somos donos da verdade, mas queremos ajudar de alguma forma.''

Ao abrir mão da Engenharia Civil para seguir a carreira de atriz, Dira não deixou de lado o sonho de projetar sua casa ideal. Sustentável, logicamente! O recanto da família fica na Ilha da Gigoia, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, onde se chega ou sai apenas a bordo de uma chalana. A casa inteligente foi criada pela atriz há cerca de dez anos. ''Tentei usar em todas as aberturas, portas e janelas, madeira de demolição. Temos captação da água de chuva para a horta, o lixo é reciclado e faço aproveitamento da energia solar. É uma tentativa de utilizar ao máximo o que já existe'', explica. Mas, mesmo assim, se fosse começar tudo de novo, seria diferente e ainda mais sustentável. ''Hoje eu usaria materiais recicláveis para fazer paredes, tijolos e cimento. É um absurdo a gente usar água limpa para dar descarga e que não haja uma legislação brasileira sobre o assunto'', afirma Dira.

Uma mãe apaixonada


Com a mesma paixão – ou ainda mais – com que entra em cena e defende a natureza, a atriz vive seu papel com a família. Ela mesmo se define como ''Dira Mães'', em uma brincadeira com seu sobrenome, e revela o desejo de dar a Inácio um irmãozinho. '' Tenho muitos irmãos e acho que ele gostaria de ter. Vou ver o que acontece, pois não tenho mais muito tempo'', afirma a atriz referindo-se à idade. E é na leveza da vida que leva, que Dira espera a resposta da mãe natureza para isso. ''Certas coisas não são planejadas. Quanta gente que não queria engravidar e engravida e viceversa? Estou deixando acontecer, a vida decide por mim.”

Estilo Dira Paes

Longe de fazer a linha panfletária, Dira gosta sempre de frisar que leva uma vida normal, sem o glamour que muitas estrelas da TV aparentam viver. Adora cuidar da casa, preparar alguns pratos especiais na cozinha e brincar com o filho. Mas a vaidade não fica de lado. Os vestidos e as calças de tecidos ocupam maior parte do seu armário, que também conta com algumas poucas peças de jeans. Tecido sintético é proibido. ''Usei muito quando interpretava a Solineusa, em A Diarista, enjoei'', ressalta. Com personalidade, a atriz diz não seguir os padrões ditados pelo mundo fashion. ''Eu tenho a minha moda, ela independe da nova coleção inverno ou verão. Tenho sempre o detalhezinho que dá o meu toque ao visual”, diz sorrindo.


Hora de posar nua?

Durante os dois anos que amamentou o filho, Dira não se preocupou com dietas e malhação. Quando começou a interpretar a fogosa Norminha, diz que ainda estava com quilinhos extras. ''Naquela época eu estava numa ótima forma de chester (risos)! Pensou naquele bumbum daquele
tamanho? Combinou com o papel, mas para mim não'', conta a atriz, que até os 13 anos praticou atletismo e credita à genética a estrutura muscular. “Pareço ter 52 quilos, mas peso 57.''

Sobre os convites que recebeu para posar nua, Dira acha que não é o momento. ''É preciso que você tenha disponibilidade, autoconfiança. O cachê é maravilhoso e você eterniza a sua beleza, só que se eu posasse nua na época da Norminha seria óbvio demais. Quando a novela terminou eu queria me livrar daquele corpo de mulher fatal, não queria dar continuidade àquilo.''

Hoje, em plena forma, a atriz não descarta um novo convite. ''Se um dia posar, vou fazer da melhor forma possível, mas todas as minhas decisões eu penso primeiro na minha família. Pablo confia em mim, deixa muito na minha mão, não tem ciúme. Ele admira o meu trabalho.''


Mulher Batalhadora

Após sete anos de trabalho intenso – duas novelas, a série A Diarista, a peça Caderno de Memórias, e inúmeros filmes –, intercalado com a gravidez, Dira nem pensa em parar. ''Foi um período produtivo. Ficava no máximo três dias longe de Inácio, que é o que consigo. Mas se pensar que
terei um filme para o resto de minha vida, compensa.''

Neste ano estão previstas as estreias dos longas Amazônia Caruana, Estamos Juntos, À Beira do Caminho e Sudoeste. Em junho, a atriz volta ao set para filmar Vende-se ou Aluga-se. Isso, sem deixar de lado os papéis de mãe apaixonada e brasileira batalhadora. ''Se a mãe não tiver cuidado, fica com sentimento de culpa. Eu assumo a culpa e não acho mais complicado do que se fosse uma operária brasileira. A mulher contemporânea divide tudo com o marido, inclusive a criação. Deixo Inácio com meu marido e fico tranquila.''

Ernani D'Almeida
Descrição: SuperMulher! - As muitas faces de Dira Paes

''Falo a partir de pesquisas prontas da Comissão Pastoral da Terra, que vai a esses lugares denunciar o que acontece. E os próprios envolvidos nessa luta são ameaçados de morte''

Ernani D'Almeida
Descrição: SuperMulher! - As muitas faces de Dira Paes

Tecido sintético é proibido. ''Usei muito quando interpretava a Solineusa, em A Diarista, enjoei'', ressalta.

Galeria de fotos : O outro lado de Dira Paes
Tags: Dira Paes Contigo Verde



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia