Logo


VocĂȘ estĂĄ em: Inicial > atividades > historico > exibir.php

 
Maximizar


Apoiando a OIT: Pelo Combate ao Trabalho Infantil - Mosaico Humano - Filme



12/06/2014

                                                                

 

 
Catavento e cartão vermelho no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil
Imprimir em PDFImprimir em PDF

BRASÍLIA (Notícias da OIT) - Para marcar o dia 12 de junho, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em parceria com o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil lança a campanha mundial Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil . A campanha resgata o cartão vermelho como tema, mantém o catavento como símbolo e tem por objetivo mobilizar a opinião pública, particularmente no período da Copa do Mundo.
 
O lançamento nacional e global da campanha será realizado no dia 11 de junho na Enseada de Botafogo, no Rio de Janeiro, das 10h00 às 13h00, onde crianças, adolescentes e adultos formarão um grande mosaico simbolizando a luta contra o trabalho infantil. Todos estão convidados a participar da construção desse mosaico que será fotografado e divulgado na imprensa e nas redes sociais.
 
A campanha coordenada mundialmente pela OIT terá grande repercussão nas redes sociais no Brasil e no mundo com o uso da hashtag #redcard. Todo o material de divulgação da campanha já está disponível no hotsite www.fnpeti.org.br/12dejunho.
  
Os Fóruns Estaduais de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil também estão organizado mobilizações nas capitas e municípios, e alguns deles já iniciando a programação desde o dia 18 de maio – Dia Nacional de Luta contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Para saber a programação nos Estados e municípios, acesse a Agenda do FNPETI em: www.fnpeti.org.br/agenda
 
O Dia 11 de Junho
 
 
A Organização Internacional do Trabalho (OIT), desde 2002, com o intuito de mobilizar a sociedade e os estados para esse grave problema, incentiva a comemoração do Dia 11 de Junho, visando promover a conscientização e ações para a sua eliminação. Em todo o mundo, são realizados milhares de eventos em dezenas de países para sensibilizar a sociedade e os governos sobre a importância de se eliminar essa violação de direitos.
 
No Brasil, contando com o fundamental apoio do Estado Brasileiro e da grande mobilização da Sociedade Civil, liderada pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), o dia se tornou uma data Nacional.
 
Ao longo dos últimos anos, a data tem ganhado importância e o reconhecimento da sociedade Brasileira. Constitui-se, portanto, como um momento de sensibilização, mobilização e potencialização dos esforços empreendidos na eliminação e prevenção do trabalho infantil no Brasil. O importante apoio do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) e de suas mais de 70 instituições integrantes garante que as atividades se estendam a todos os Estados da Federação, ao Distrito Federal e municípios.
 
O tema da campanha deste ano é “Cartão Vermelho: Todos Juntos Contra o Trabalho Infantil”. À luz do grande evento esportivo sediado no país no ano de 2014, o Departamento de Comunicação da Organização Internacional do Trabalho (DCOMM/OIT) retomou a exitosa campanha de 2010, conclamando todos os torcedores e torcedoras a levantarem um cartão vermelho contra essa brutal violação dos direitos das crianças e adolescentes.
 
O Cartão Vermelho traz estampado o catavento, que é o símbolo mundial de enfrentamento ao trabalho infantil. Criado no Brasil, o catavento foi adotado pela OIT no mundo todo. O catavento colorido simboliza o respeito à criança e à diversidade de raça e de gênero. Suas cinco pontas representam todos os continentes. Ao girar, elas inspiram a mobilização, a geração de energia capaz de mudar a situação de milhões de crianças exploradas como mão-de-obra em todo o mundo.

 
 
Os números do trabalho infantil
 
 
Os dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) de setembro de 2013, mostraram que ainda persistem na condição de explorados 168 milhões de crianças em todo o mundo – 11% de toda a população infanto-juvenil, estimando-se que a metade deles, que corresponde a 85 milhões, nas piores formas de trabalho infantil. Numa análise comparativa entre os dados da última década, houve uma redução de 78 milhões de crianças trabalhadoras em relação ao ano de 2000 - uma diminuição de cerca de um terço do número total. Entre 2000-2012, há 40% menos meninas trabalhando e 25% menos meninos. Na faixa etária de 5 a 17 anos em situação de trabalho perigoso, o número foi reduzido à metade no mesmo período: de 171 para 85 milhões.
 
O Brasil é pioneiro e referência na comunidade internacional no que se refere aos esforços para a prevenção e eliminação do trabalho infantil. Desde meados da década de 1990, o País assumiu oficialmente a existência do problema e declarou sua disposição de enfrentá-lo. A partir daí, o Governo brasileiro juntamente com trabalhadores, empregadores e sociedade civil vem implantando as disposições das Convenções 138 e 182 da OIT por meio dos instrumentos legais nacionais, além do desenvolvimento de políticas públicas específicas para a prevenção e eliminação do trabalho infantil.
 
As organizações de empregadores, trabalhadores e da sociedade civil aliaram-se ao esforço do Governo brasileiro, contribuindo de forma sensível para o sucesso do esforço estatal, com ações de sensibilização, mobilização pública e de controle social. Como resultado desse amplo esforço nacional, que contou com o engajamento direto do Estado e da sociedade brasileira, o número de meninos e meninas entre 05 e 17 anos que trabalham reduziu em 58%, nos últimos 20 anos no país. Isso significa que em 2012 havia 4.905.000 crianças a menos envolvidas no trabalho infantil do que em 1992.
 
No entanto, o número dos que permanecem nesta situação de violação de direitos ainda é expressivo. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE, em 2013, ainda existiam 3,5 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil. Portanto, permanece a tarefa de avançar em forma sustentável rumo à erradicação definitiva do trabalho infantil no país.

                                                               

   

          

  

    

   

         

   

  

  

   

  Fotos: Salete Hallack

 

Mais, neste site:

12/06/2014  OIT - Cartão Vermelho para o Trabalho Infantil: arte aérea da praia de Botafogo

 10/10/2013 OIT: MHuD dá Cartão Vermelho para o trabalho infantil! - filme

 

 

 



Rede Social
Youtube
Facebook
Twitter
 
Movimento Humanos Direitos ® Todos os direitos reservados. PolĂ­tica de Privacidade. Mapa do Site.
Desenvolvido por MelhorWeb Tecnologia